Cidade

Interligar o Concelho

Publicado a 24 abril 2017 em Cidade
Interligar o Concelho

Projetar Guimarães como a terceira Cidade do País

André Coelho Lima apresentou hoje, dia 24 de Abril, a segunda proposta política para Guimarães. O candidato apresentou um projeto que pretende Integrar e interligar o território concelhio, aproximar as freguesias da sua Cidade e investir na Coesão territorial

Na prática, a proposta passa pela requalificação de vias em quatro pontos estratégicos do Concelho: Ligações Sudeste, Sudoeste, Noroeste e Nordeste, os “pontos cardeais que visam interligar o Concelho de Guimarães”.

Para tal, é preciso pensar em projetar uma “nova cidade”, planificar Guimarães para os próximos 30 anos. As requalificações propostas “pensam e preparam o alargamento do perímetro da Cidade e planificam as áreas de expansão da malha urbana, com o objetivo de projetar Guimarães como a terceira cidade do país”.

Este é essencialmente um Projeto de Mobilidade, que pensa não só nos automóveis mas também nos transportes públicos. Todas as áreas a intervir prevêm a criação de vias exclusivas para transportes públicos. Em paralelo, todas as intervenções prevêm igualmente a criação de ciclovias a acompanhar as vias a criar ou requalificar.

A valorização ambiental é uma preocupação sempre presente. André Coelho Lima pretende “preservar os espaços verdes, consolidando a Veiga de Creixomil e procedendo à integração urbanística do Rio Selho na aproximação à Vila de Pevidém”.

André Coelho Lima considera ser esta uma proposta para preparar o futuro. O candidato acredita que “os atos eleitorais não devem servir como um despique de personalidades ou sequer de partidos políticos. Devem assentar em projetos, em visão territorial e em perspetivas de desenvolvimento para o nosso concelho”.

Esta proposta da Coligação Juntos por Guimarães tem estreita ligação com a primeira proposta. A primeira proposta direcionada para a Cidade, agora uma proposta para o concelho. Como explicou André Coelho Lima, isto representa a forma “sistemática, integrada e coerente” com que se planificam e expõem as propostas que a Coligação apresenta aos vimaranenses.

“Esta é uma proposta de grande ambição, mas com os pés bem assentes na terra”, defende André Coelho Lima. É um projeto previsto para executar em 10 anos e para prepara o concelho para os próximos 30. É, por isso, "uma proposta que projeta o futuro”.

O candidato da Coligação revelou que a totalidade das intervenções previstas se estimam ascender a 31 milhões de euros.Curiosamente, exatamente o mesmo montante de revisão orçamental com que a Câmara Municipal, há cerca de quinze dias, aumentou o orçamento apenas para os próximos seis meses do ano de 2017. "Uma intervenção que revolucionará o conceito de cidade e concelho e que acabará por ter o mesmo custo que aquilo que a atual Câmara prevê gastar apenas para os últimos seis meses deste mandato".